As labaredas estavam altas pelo DETRAN, ao ponto de chegar a se pensar na saída do diretor Marcos Freire. 

E o problema envolvia a primeira-dama Julianne Faria. 

Aliás, tem funcionário por lá que diz: “Aqui Julianne não manda”. 

Fato é que o governador Robinson Faria (PSD) tenta acalmar os ânimos. 

E Marcos Freire já deve continuar no cargo, ao qual foi indicado pelo deputado federal Fábio Faria (PSD). 

Comentários do Site

  1. Marcelo

    Não entendi o pq a primeira dama e secretário de assistência social tem q mandar no DETRAN, que eu saiba se nomeia diretor pra isso… E o governador que pode opinar e direcionar as ações do diretor… Será que todo mundo tem que mandar ali?