O último sábado (25) marcou 60 dias de paralisação na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). A data foi motivo de protesto entre docentes, técnicos e estudantes da instituição, que abarrotaram as redes sociais oficiais do Governo do Estado, criticando a falta de resolução para a greve e o descaso com os servidores.

Na próxima quinta (30), o comando de greve da UERN participa de um ato unificado em Caicó, a partir das 9h, que reunirá servidores públicos de diversas categorias, que encontram- se em greve.