A Assessoria do Grupo BIG, empresa joint venture que controla o SAMS Club de Natal, entrou em contato com o blog sobre o desembargador Cláudio Santos ter sido impedido de ter acesso à loja de Natal na companhia do filho Eduardo, portador de Síndrome de Down:

Posicionamento Grupo BIG

Sobre o caso no Sam’s Club da Candelária, o Grupo BIG informa que todas as lojas do Rio Grande do Norte estão cumprindo as normas estabelecidas pelas autoridades sanitárias do estado e que a proibição da entrada de pessoas acompanhadas nas lojas, independentemente de laços familiares, é uma determinação publicada no Decreto Estadual nº 29.583. A empresa esclarece que os colaboradores do Sam’s Club orientaram o consumidor sobre a necessidade de cumprimento da medida para manter o controle do fluxo no interior da loja e contribuir no combate à pandemia, preservando assim a saúde de clientes e colaboradores.

Do Blog: A justificativa do Grupo BIG pra mim continua vazia. Faltou bom senso por parte do estabelecimento, único de Natal que não permite acesso de pessoas com deficiência acompanhadas.