Guardas municipais são afastados em município do RN por suspeita de criar milícia

O Município de Lagoa de Pedras rescindiu de forma imediata, os contratos celebrados com os quatro envolvidos em criar uma milícia.

O Prefeito Guilherme Amâncio tomou a decisão tão logo soube dos fatos ocorridos, ressaltando não ser do conhecimento da gestão as supostas acusações dirigidas aos envolvidos, razão porque tão logo tomou conhecimento dos fatos afastou os envolvidos, rescindindo seus contratos.