Gutson descarta participação de Rosalba e Carlos Augusto em escândalo do IDEMA

Durante seu depoimento na manhã desta segunda-feira (22), acerca da Operação Candeeiro, deflagrada para apurar o desvio de R$ 19 milhões do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), o apontado pelo MP como mentor do esquema, Gutson Johnson Giovany Reinaldo, descartou completamente o envolvimento da ex-governadora Rosalba Ciarlini e do ex-deputado Carlos Augusto Rosado, no caso.

“Nunca tratei sobre nada ilegal com o casal”, disse Gutson, após questionamentos feitos pelo seu advogado de defesa, Fábio Hollanda.

Gutson Reinaldo era o diretor administrativo do IDEMA no Governo de Rosalba Ciarlini, mas foi indicado pelo então vice e hoje governador Robinson Faria, segundo revelou Clebson José Bezerril em depoimento na última sexta-feira (19).

Após ouvir os depoimentos das testemunhas e dos réus do processo, o juiz da 6ª vara Criminal, Guilherme Newton Pinto, deu prazo até a tarde desta terça (23) para as defesas ou o Ministério Público solicitarem novas diligências no processo. “Se tudo correr bem, acho que ainda esta semana devo setenciar ou não os réus. Sobre o fato de um deputado ter sido citado no depoimento de Gutson, não cabe a mim, juiz de primeira instância, analisar isso. Ainda vou decidir como proceder em relação a essa citação”, falou o magistrado ao G1RN.