A semana começa tensa nos meios políticos com o depoimento prestado à Justiça por Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra, ex-diretor administrativo do IDEMA – Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente.

Gutson é apontado como mentor pelo Ministério Público Estado de um esquema que desviou R$ 19 milhões do órgão ligado ao Governo do Estado. Ele é filho da ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês, que também foi presa em 2015 sob acusação de envolvimento na Operação Dama de Espadas.

Em depoimento nesta manhã, Gutson revelou que 60% do dinheiro desviado do IDEMA eram para políticos, e citou o deputado estadual Ricardo Motta (PROS-PSB), afirmando que o parlamentar lhe procurou justificando que precisava de “R$ 8 milhões ou R$ 10 milhões” para pagar dívidas feitas durante eleições.