Henrique reage contra a sugestão de Wilma e critica a postura da ex-governadora

Deu no Fator RRH (Leia-se Blog do Ricardo Rosado)

“Essa infeliz declaração da ex-governadora Wilma de Faria é um desrespeito a atitudes e a compromissos assumidos por mim e pelo deputado federal João Maia”.

“Não sei por quais razões querem desestabilizar a candidatura, provavelmente vitoriosa, de Iberê. O Governador Iberê sabe do que estou falando e espero que os demais companheiros também saibam”.

Foi a primeira reação do deputado federal Henrique Eduardo Alves, de Nova Iorque, agora há pouco, ao ser informado das intenções da ex-governadora em implodir a aliança PMDB-PR-PV, levando os republicanos para uma aliança com o PSB, indicando o candidato a vice-governador.

E, automaticamente, isolando o PMDB e o PV.

Mesmo contrariando afirmações explícitas do Presidente do PR, a ex-governadora anunciou que em breve a aliança estaria desfeita.

“Política não se faz assim e eu não aceito que as pessoas julguem dessa maneira os seus correligionários”, disse Henrique Eduardo Alves, referindo-se às declarações da ex-governadora Wilma de Faria, em visível confronto com o que já anunciou o deputado João Maia.

Para o líder do PMDB na Câmara Federal, “a aliança PMDB-PR-PV não mudará, a não ser que queiram, não sei por quais razões, ou sei, em desestabilizar a candidatura, provavelmente vitoriosa, de Iberê”.