Pelo Twitter, o Ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, comentou o falecimento do seu tio, o deputado estadual Agnelo Alves: 

  

Comentários do Site

  1. SOCORRO MORAIS

    Agnelo Alves era um homem desprovido de vaidades e como mesmo se intitulava: “um fazedor de coisas simples” que não amava o poder, mas amava o trabalho que podia e amava fazer” . No belo prefácio do seu livro ” Parnamirim e Eu” escrito por Padre João Medeiros Filho ele conclui dizendo: “Diante de todos os seus feitos, podemos colocar em seus lábios Agnelo as palavras do poeta latino: Foeci quod potui. Potentes faciunt meliora, o que quer dizer: FIZ O QUE PUDE E O QUE SOUBE. QUEM SOUBER MAIS E PUDER QUE FACA MELHOR!” Pafraseando o Deputado Ricardo Motta: “Agnelo fez, fará. Agnelo agora é história.. Eterno Agnelo” viverá para sempre nas melhores lembranças de todos que o amam