Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA/RN, e atenderam determinação do Ministério Público Federal interditaram na tarde desta quinta-feira (23), o Abatedouro Público de Florânia, alegando algumas irregularidades e a falta de Licença Ambiental para funcionamento. Segundo Bira Viegas, Coordenador do IBAMA no Seridó, além da interdição, também foi aplicado uma multa de R$ 20.000,00. “Atendemos a uma determinação do Ministério Público Federal e interditamos o local devido às irregularidades constatadas. Também foi registrado o auto de infração e aplicado uma multa no valor de R$ 20.000,00”, disse.

Em virtude das precárias condições de trabalho, o prefeito do município, advogado Sinval Salomão (PDT), terá que agendar uma audiência com o superintendente do IBAMA/RN, Alvamar Queiroz, e assinar um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, onde o município deverá se comprometer em solucionar os problemas existentes no local, até que seja concluída a Unidade de Processamento de Carne, abatedouro moderno que vem sendo construído em Florânia pela Emater/RN.