Nota do ITEP:

Os corpos foram para o Itep do município de Caicó, que conta com médicos legistas, em regime de plantão a semana toda;

• A necropsia foi realizada, mas diante do elevado estado de carbonização dos corpos, a identificação não foi possível pelas impressões digitais;

• Os corpos vieram para o Itep( Natal )para fazer a identificação humana, que poderia ser arcada dentária ou DNA. A família apresentou o prontuário odontológico de ambos. Mas não existia viabilidade para o exame;

• Diante disso, foi feito o exame de DNA pela estrutura óssea, que foi comparado ao material coletado nos filhos;

• Em 48 horas foi feita a identificação positiva dos corpos;

• Os corpos precisam voltar para Caicó, visto que o exame necroscópico foi feito na unidade. Os médicos legistas estão prontos para liberar os cadáveres, por meio da assinatura da declaração de óbito;

• A prática mundial de laboratório de DNA preconiza que o exame pode ser feito em até 30 dias. O Itep realizou em 48 horas com 99.9% de segurança jurídica do resultado.