A ex-deputada estadual Ivonete Dantas, recebeu a convocação, agora há pouco, para assumir a vaga do senador Garibaldi Alves (PMDB), que ontem (06) se submeteu a uma cirurgia cardíaca.

Até a noite de ontem, não existia opinião formada em torno disso, tanto é que, em contato com o blog, o ministro Garibaldi Filho disse que se tudo continuasse bem, o pai não se licenciaria.

O motivo de Ivonete ter que assumir o Senado, é que até o próximo dia 26 de dezembro, data em que o Senado provavelmente entrará de recesso, ocorrerá votações importantes, onde o PMDB precisaria do voto de Garibaldi Pai, que será substituído por Ivonete.

A senadora do Seridó permanecerá no cargo por 120 dias, o equivalente a quatro meses.

Histórico

Casada com o então deputado estadual Dadá Costa, empresário da cachaça Samanaú, Ivonete foi indicada segunda suplente da então candidata ao Senado e hoje governadora, Rosalba Ciarlini, em 2006. O primeiro suplente foi Garibaldi Alves, pai do ministro Garibaldi Filho.

A indicação de Ivonete partiu de um entendimento político entre Dadá e o então deputado federal Álvaro Dias.

Em 2004, Ivonete foi derrotada em Caicó, quando concorreu ao cargo de vice-prefeita na chapa encabeçada por Airton Dias, tio de Álvaro. A suplência de senadora foi um recompensa de Álvaro.

Os comentários estão fechados.