O deputado José Dias constatou a situação crítica nas finanças do Estado e disse que a precariedade nas contas públicas não se deve apenas aos problemas econômicos nacionais, mas também a queda nas receitas próprias do RN. “Isso causa preocupação, pois o atual governo está encerrando sua missão e em janeiro se inicia um novo ciclo com esse quadro apresentado”, disse José Dias. Para o deputado, a solução é buscar entendimento político entre os poderes e junto à máquina estatal. “Todos precisam fazer um esforço para reduzir as despesas, ou então a população continuará com péssimos serviços prestados e o funcionalismo público corre o risco de não receber seus pagamentos da forma correta”, disse.

O presidente da Comissão de Finanças, o deputado Tomba Farias destacou o aumento dos gastos com pessoal, que, segundo ele, chegou a R$ 351 milhões. “É uma sangria que deve ser observada pelo próximo governador, sem falar dos novos Planos de Cargos e Salários que serão implantados em 2015”, declarou.