A Justiça decidiu acatar a denúncia feita pelo Ministério Público contra empresários que tentaram fraudar uma licitação de R$ 21 milhões junto à Secretaria de Assistência Social, para a manutenção dos Restaurantes Populares.

O caso culminou com a prisão de oito empresários no dia 18 de dezembro de 2015.

O processo tramita na 5ª Vara Criminal de Natal, sob apreciação da juíza Ada Galvão.