O juiz Manoel Medeiros Soares de Sousa, da 4ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, cancelou os efeitos da Assembleia Geral Extraordinária, ocorrida em setembro de 2018, que prorrogou o mandato dos atuais membros da diretoria da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN).

A decisão foi tomada a partir de pedido feito por três Sindicatos: Sipocrim, Singraf e Sindicer, que alegaram irregularidades na Assembleia.

O juiz cancelou a prorrogação do mandato dos atuais dirigentes, mas mantém todos nas funções até a decisão do mérito.