Na noite desta segunda (04), saiu a liminar impetrada pelo Sindicato do Serviço Público da Administração Direta do RN (SINSP/RN), que derrubou a determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) que reduzia aproximadamente 30% dos salários de mais de 10.700 servidores.

Estes trabalhadores desempenham a função de ASGs e recebem o salário mínimo como remuneração, os menores salários do funcionalismo público estadual.

O Governo do Estado cumpriu a determinação do TCE e já na folha de pagamento do mês de maio, retirou de R$150 à R$350 do salário dos servidores que recebem o salário mínimo como remuneração básica, causando um grande terror na categoria.

Janeayre Souto, Presidente do SINSP/RN, sindicato que representa a categoria juntamente com a assessoria jurídica do advogado Manoel Batista Dantas Neto conseguiu reverter a redução do salário.