Justiça indefere pedido de Jacó Jácome sobre PSD e composição da CPI da Covid no RN continua a mesma

A juíza da 8ª Vara Cível em Natal, Arklenya da Silva Pereira, não acatou o pedido feito por liminar do deputado estadual Jacó Jácome (PSD), que tentava reverter decisão da Executiva Estadual do partido que o suspendeu das atividades parlamentares relacionadas à legenda.

“A meu ver, a questão parece se tratar de uma medida a ser decidida pelos próprios partidários, não sendo cabível a interferência do Poder Judiciário neste sentido, sobretudo pelo fato da parte autora não ter trazido aos autos demonstração de existência de ilegalidade”, diz o despacho judicial.

Segue, portanto, o blocão na Assembleia Legislativa formado por PSD, PSDB, PSC, MDB e DEM, que indicaram a maioria dos deputados que compõem a CPI da Covid na Assembleia Legislativa.

Jacó ingressou na justiça contra o próprio partido (PSD), após ter sido suspenso das atividades parlamentares, juntamente com o deputado Vivaldo Costa. Ambos fazem parte da base de apoio da governadora Fátima Bezerra (PT), enquanto Galeno Torquato, que responde pela liderança, integra a oposição.