O deputado estadual Kelps Lima (SDD), na sessão plenária desta terça-feira (7), criticou mais uma vez o fato do Governo do Estado precisar retirar recursos do Fundo Previdenciário para realizar o pagamento do funcionalismo e classificou o ato como “falta de planejamento”.

“O Governo não está alterando as estruturas administrativas do Rio Grande do Norte e as consequências serão muito graves. Se o Rio Grande do Norte não plantar prosperidade, não irá colher prosperidade. Se não plantar eficiência administrativa, não colherá eficiência administrativa”, disse o deputado.

Em aparte, o deputado Galeno Torquato (PSD) disse considerar muito cedo para o grau de cobranças feitas pelo deputado Kelps Lima. “Os problemas postos não podem ser resolvidos em apenas 90 dias”, disse Torquato.

O deputado Tomba Farias (PSB) solicitou mais celeridade na apresentação e execução de projetos, enquanto Ricardo Motta (PROS), em aparte, classificou como “extremamente preocupante a possibilidade da Casa receber, em cima da hora, um projeto para dizer que foi encaminhado, mas sem um estudo prévio”.