O deputado estadual Kelps Lima (SDD) fez pronunciamento, na manhã desta quarta-feira (20), sugerindo ao Governo do Estado a extinção da Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUC) como parte de uma reforma administrativa.

“De saída, acabariam despesas com altos salários como secretário, secretário adjunto, chefe de gabinete, assessor jurídico, assessor de comunicação, ouvidora, cerimonial, setor de compras”, elenca o deputado.

Kelps orienta o Governo a extinguir a Secretaria de Justiça e Cidadania e repassar suas ações para outros setores relacionados do Estado. “De que serve hoje à Secretaria de Justiça e Cidadania? Pagar folha de servidores e comprar alimentos para os presos. Com a extinção, a coordenação dos presídios, por exemplo, pode passar para a Secretaria de Segurança Pública, finalizando a duplicidade de coordenadores, setores de compras e várias outras despesas do dia a dia que geram gastos aos cofres públicos sem dar a eficiência que a população necessita”, afirma.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.