Um dos suspeitos preso agora há pouco por Policiais Civis, confessou ter matado o universitário de família caicoense Máximo Augusto. 

O réu confesso chama-se Jean de Araújo Rocha, 19 anos, lutador de Jiu Jitso.