Será realizada nesta segunda-feira, dia 10, às 9 horas, na Casa da Indústria, a entrega pela FIERN (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte,) da edição atualizada do MAIS RN aos candidatos ao Senado pelo Rio Grande do Norte.

A versão atualizada detalha um plano estratégico para o desenvolvimento do Estado, com uma “Agenda Potiguar 2019/2022”, na qual há definições de metas e ações que abrangem áreas desde a prestação de serviços essenciais (segurança, educação, saúde, transporte e recursos hídricos), equilíbrio fiscal, retomada da capacidade de investimentos melhoria do ambiente de negócios.

Foram convidados para a entrega do estudo os quinze candidatos ao Senado: Alexandre Motta (PT), Ana Celia (PSTU), Antônio Jácome (Podemos), Capitão Styvenson (Rede), Joanilson de Paula Rêgo (Democracia Cristã), Garibaldi Alves Filho (MDB), Geraldo Melo (PSDB), João Maria Napoleão (Rede), João Morais (PSTU), Jurandir Marinho (PRTB), Lailson de Almeida (PSOL), Levi Costa (PRTB), Magnólia Figueiredo (Solidariedade), Telma Gurgel (PSOL) e Zenaide Maia (PHS). A FIERN também convidou todos os dirigentes dos partidos políticos e franqueou a participação para os candidatos a deputados estadual e federal.

“Às vésperas de uma eleição, é oportuno entregarmos aos candidatos e à sociedade um estudo completo, com diagnóstico do estado e com as ações e metas indicativas propostas no MAIS RN, que pensa os próximos 20 anos e traz uma agenda de resgate {Agenda Potiguar 2019/2022} para os próximos quatro também”, afirma o presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, que defende um amplo pacto político e social em prol do desenvolvimento do Rio Grande do Norte. “Esperamos que a atualização do projeto possa dar essa visão de futuro para um Estado mais forte.”

O plano estratégico de desenvolvimento do RN foi entregue aos candidatos à presidente da República, que participaram do “Fórum FIERN Caminhos do Brasil”, e posteriormente aos oito candidatos a governador, entre os dias 20 e 22 de agosto, no “Fórum FIERN Caminhos do RN”. Agora, será a vez da entrega aos candidatos às duas vagas no Senado em disputa, no Estado, nestas eleições.