Marcha à Ré: Robinson desautoriza Virgolino a construir presídio em Mossoró

No último dia 11 de janeiro, em entrevista ao G1RN, o Secretário Estadual de Justiça, Walber Virgolino, anunciou a construção de um presídio em Mossoró, no Oeste potiguar. “Temos um déficit de 4,5 mil vagas. É mais que urgente a construção de novas unidades”, explicou o secretário, mas afirmou que ainda não há um prazo específico para os trâmites.

Ainda segundo o secretário, o RN ganhará mais três unidades prisionais durante sua gestão. “Temos a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, um presídio estadual com capacidade para 600 presos em Afonso Bezerra e agora esta em Mossoró”, disse.

Por meio de nota à imprensa nesta quarta-feira (01), o Governador desautorizou o seu secretário a construir o presídio na cidade do Oeste:

O Governo do Rio Grande do Norte esclarece que Mossoró não está incluída entre os possíveis locais para a construção do terceiro presídio do estado, cujos recursos foram assegurados pelo Fundo Penitenciário (FUNPEN) do Ministério da Justiça.

O governador Robinson Faria já afirmou em outras ocasiões e reitera que não considera a cidade de Mossoró para abrigar o referido presídio.

“O novo presídio não será construído em Mossoró”, confirmou o governador.

Detalhe: Se confirma o que o blog antecipou: a cúpula da Segurança não se entende. Nem mesmo com o Governador.