A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), participa que a intensificação do gradiente de pressão na periferia de um sistema de alta pressão poderá provocar ventos de direção Sudeste a Leste, com intensidade de até 60 km/h (33 nós), na faixa litorânea do s estados da Bahia, ao norte de Salvador, de Sergipe, de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba e do Rio Grande do Norte, ao sul de Natal, entre a noite do dia 16 de junho e a manhã do dia 19 de junho.

A intensificação dos ventos alísios também poderá ocasionar ventos de direção Sudeste a Leste, com intensidade de até 60 km/h (33 nós), na faixa litorânea dos estados do Rio Grande do Norte ao norte de Natal, do Ceará, do Piauí e do Maranhão, a leste de São Luís, entre a noite do dia 16 de junho e a manhã do dia 19 de junho. Os ventos associados a esses sistemas meteorológicos poderão provocar agitação marítima com ondas, em alto-mar, de direção Sudoeste a Sudeste, entre 3,0 e 4,0 metros de altura, entre os estados da Bahia, ao norte de Caravelas, de Sergipe, de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba e do Rio Grande do Norte, ao sul de Natal, até a manhã do dia 19 de junho.

Há condições favoráveis à ocorrência de ressaca com ondas de direção Sudeste a Leste, entre 2,5 e 3,0 metros de altura, na faixa litorânea dos estados da Bahia, ao norte de Porto Seguro, de Sergipe, de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba e do Rio Grande do Norte, ao sul de Natal, até a manhã do dia 19 de junho.