Natal voltou a ocupar as últimas posições em qualidade de ensino entre todas as capitais do Brasil. Esta é a terceira avaliação consecutiva que coloca o sistema educacional natalense na lanterna do ranking da educação nacional. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) no mês passado e revelados na tarde desta terça-feira (13) pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB), durante discurso no plenário da Câmara dos Deputados.

“Os resultados dos testes da Prova Brasil de 2009, aplicados pelo MEC, mostram que a cidade do Natal tem o pior ensino de língua portuguesa dos anos iniciais do ensino fundamental entre todas as capitais. A situação vergonhosa se repetiu em 2007. Em 2005, a cidade ficou em penúltimo lugar, à frente, apenas, de Recife”, disse o parlamentar.

Para se ter uma idéia da crise do sistema de ensino natalense, enquanto a média brasileira na Prova Brasil em português foi de 181,4 pontos, a capital potiguar atingiu apenas 164,7 pontos.

“Os números falam por si próprios e impõem uma agenda de mudanças urgentes para o ensino público de Natal. A obsessão deve ser o de elevar o desempenho médio dos estudantes da cidade”, disse Rogério Marinho.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.