Médico anuncia que UTI do Hospital Regional em Caicó não recebe mais pacientes “por desabastecimento”

O médico Belísio, coordenador da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional do Seridó, em Caicó, confirmou à imprensa nesta terça-feira (31), que a UTI não tem mais como receber novos pacientes.

“Falta medicamentos para sedação de pacientes graves que necessitam de ventilação mecânica e vários outros medicamentos”, disse o médico.

“Na urgência está faltando plasil (remédio de vômito), furosemida (diurético) e até povidine (uso tópico para tratar ferimentos)”, disse ainda Dr. Belísio.