É mais grave do que se imagina e se divulga por aí a situação do Hospital Regional do Seridó, antigo SESP, que funciona na cidade de Caicó.

Tão grave, que médicos começam a fazer desabafos nas redes sociais, como é o caso de Dr. Belísio, que ao chegar para um plantão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), se deparou com a falta de soro, antibiótico, seringas, gasômetro…

O médico ainda relata que o Secretário Estadual de Saúde não realizou nenhuma visita ao Hospital Regional, e ainda ignora a Diretoria: “Nossa Diretoria se humilha e ainda é chacoteada”.

 z