Médicos do setor de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, estão preocupados com a qualidade do atendimento. Além da falta de condições de trabalho, a longa espera está comprometendo a recuperação dos pacientes.

Existem mais de 360 fraturados esperando cirurgias. Há registro de problemas simples que acabam trazendo sequelas que podem se tornar incorrigíveis pela demora no tratamento.

Para se ter uma idéia do descaso, um paciente de 28 anos com luxações nos dedos, desde novembro do ano passado, somente este mês conseguiu ser operado.

A demanda no HWG que já era grande, aumentou com a desativação do setor de Traumatologia e Ortopedia do Hospital Santa Catarina.

Em busca de socorro, os ortopedistas procuraram a candidata ao governo, Rosalba Ciarlini (DEM). Eles alegam que os pacientes não podem continuar correndo risco pelo atraso no atendimento do HWG.

Para Rosalba, a saúde pública do Rio Grande do Norte precisa ser priorizada. Além do atendimento à população, os profissionais necessitam de condições de trabalho e valorização.

Foto: Elisa Elsie