Ministério da Agricultura amplia Área Livre de moscas-das-frutas no RN

Uma boa notícia para a economia do Rio Grande do Norte e o setor de fruticultura.

O Ministério da Agricultura reconheceu nesta terça-feira (27), Área Livre da Praga Anastrepha grandisda, os Municípios de Mossoró, Tibau, Grossos, Areia Branca, Serra do Mel, Baraúna, Assú, Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Ipanguaçu, Porto do Mangue e Upanema, com a inclusão de Apodi, Gov. Dix-Sept Rosado, Felipe Guerra, Caraúbas, Macau, Pendências, Jandaíra e Pedro Avelino.

Com a ampliação, a área de abrangência declarada livre da Mosca-das-Frutas passa para 15.077 km².

O reconhecimento da área citada no art. 1º será mantida por tempo indeterminado, desde que sejam observadas as exigências para sua manutenção, conforme disposto na Instrução Normativa SDA nº 13, de 31 de março de 2006.

Essa revalidação e ampliação da Área Livre teve empenho principal do deputado federal João Maia, e ainda a participação da Superintendência do Ministério da Agricultura no RN, do empresário Luiz Roberto Barcellos e do IDIARN. Vai nos permitir manter e ampliar a exportação de frutas produzidas no Rio Grande do Norte.

A certificação fitossanitária dos produtos provenientes da Área Livre da praga Anastrepha grandis é o ponto de partida para garantir a conformidade do produto, a possibilidade de rastreabilidade no processo e confiabilidade na qualidade dos produtos (Cucurbitáceas) colocados nos mercados nacional e internacional.

Melão