Durante seminário realizado na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) na segunda-feira (06), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, celebrou a aprovação da Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio.

“Firmamos parceria para promover eventos como esse em todas as casas legislativas do Brasil. Nossa luta é para salvar vidas”, disse

Na oportunidade, a titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) enfatizou a importância da notificação compulsória dos casos de autolesão, conforme prevê a Política sancionada pelo presidente da República no último dia 26.

A ministra Damares Alves e o presidente da Unale, deputado Kennedy Nunes, assinaram Acordo de Cooperação Técnica no último dia 11/04. O objetivo consiste na colaboração de membros do “Grupo de Trabalho de Valorização da Vida e Prevenção da Violência Autoprovocada por Crianças, Adolescentes e Jovens” do ministério no âmbito dos seminários que a Unale realizará nos estados.

O enfrentamento ao problema é discutido no âmbito da Secretaria Nacional da Família, do MMFDH. O Ministério instituiu o GT com a finalidade de somar esforços e trazer as famílias das vítimas para o centro da discussão.

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.