O processo de relicitação da gestão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, será tranquilo e sem prejuízos para quem chega ou sai do Rio Grande do Norte pelos ares.

“Será feito um termo aditivo ao contrato da concessionária para que ela cumpra os requisitos de operação, mantenha o serviço de excelência dentro dos padrões internacionais até que seja feita a transição. De antemão, digo à população que há interesse concreto no equipamento. Teremos um bom operador, que com certeza vai trazer novos voos e novas oportunidades para aproveitar o grande potencial que o estado tem”, ressaltou Tarcísio Gomes de Freitas, em audiência com a governadora Fátima Bezerra e integrantes da bancada federal: senadores Jean-Paul Prates e Zenaide Maia e os deputados federais Benes Leocádio, Beto Rosado, Fábio Faria, João Maia, General Girão, Natália Bonavides e Walter Alves.

Na audiência, a governadora solicitou a participação de um membro da gestão estadual no grupo de trabalho que vai acompanhar o processo para a nova licitação do Aeroporto. O nome indicado para compor o grupo de trabalho foi o do presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Bruno Reis.

Foto: Ricardo Borges

Foto: Ricardo Borges

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.