Ministro da Saúde fala sobre grave momento da pandemia e anuncia avanço na compra de vacinas da Pfizer e Jonhson

Diante do grave estágio da pandemia no Brasil, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, falou sobre os avanços nas negociações para compra de novas doses da vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (3).

A previsão do Ministério da Saúde é de que 138 milhões de doses sejam incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) a partir de maio. O avanço nas tratativas representa um passo importante para ampliar a vacinação dos brasileiros e controlar a pandemia.

Em reunião com representantes dos laboratórios Pfizer/BioNTech e Jonhson&Jonhson, nesta quarta-feira (3), Pazuello trabalhou no alinhamento do cronograma de contratação e estimativa de entrega das vacinas, que será confirmada após a assinatura dos contratos. As negociações evoluíram após a aprovação, no Congresso Nacional, do projeto de lei que flexibiliza a compra de vacinas – medida acordada após a articulação do Governo Federal.

O Ministério da Saúde trabalha para que, até o fim de 2021, todos os brasileiros, que puderem ser vacinados, estejam imunizados. Até agora, mais de 17 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 foram distribuídas pelo Ministério da Saúde para todos os estados e Distrito Federal.

O ministro reforçou ainda a importância dos cuidados preventivos nesse momento, como uso de máscaras, higienização das mãos e distância de pelo menos 1 metro entre as pessoas, para diminuir o risco de infecção pela Covid-19.