O Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Jorge Mussi, mandou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) validar os documentos de Kerinho (PDT), que disputou o mandato de deputado federal na coligação de Beto Rosado (PP) e não tinha tido contabilizado os votos.

A decisão do Ministro deverá alterar a composição da bancada federal potiguar, colocando Beto como reeleito no lugar de Fernando Mineiro (PT).