O Ministério Público, através do promotor Paulo Batista Lopes, do Patrimônio Público, tem questionado a acusação de Gutson Reinaldo, apontado como mentor do esquema que desviou R$ 19 milhões do IDEMA-RN, contra o deputado estadual Ricardo Motta (PROS-PSB). 

Em contato com a imprensa, o promotor afirmou que em nenhum momento da investigação apareceu o nome de Motta: “Nem nas quebras dos sigilos bancário e telefônico”. 

“Até o momento o senhor Gutson não entregou nada que possa incriminar o deputado Ricardo Motta”, ressaltou o promotor.