O Ministério Público Estadual, através do promotor Wendell Beetoven, ingressou com um pedido de Habeas Corpus à Justiça para impedir a prisão dos policiais que estão em greve há 18 dias.

O promotor justifica que o Estado não pode obrigar que policiais trabalhem sem salário.