Nelter, Ivan Júnior e Fábio Faria pedem apoio de Henrique para evitar demissão em massa na empresa Del Monte

Por intermédio do deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) e do prefeito de Assu, Ivan Júnior (PROS), representantes da empresa multinacional americana, Del Monte Fresh Produce Brasil Ltda, principal exportadora de banana do Rio Grande do Norte, foram recebidos em audiência pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB). O deputado federal Fábio Faria (PSD) também acompanhou o encontro que ocorreu na sala de reuniões da Base Aérea de Natal, no início da tarde desta segunda-feira (28).

Na oportunidade, o Gerente Geral da empresa, Sérgio Camacho, que estava acompanhado pelo Diretor Técnico, Daniel Romano e pelo consultor tributário, Ítalo Bandeira, fez um relato das dificuldades que poderá culminar com a demissão de 1000 funcionários nos próximos meses.

“O produto a deixar de ser exportado pela Del Monte no estado, a banana, em 2013 se encontrava na sexta colocação dos principais produtos exportados no RN”, explicou Sérgio Camacho, pedindo a intervenção política para que o Governo do Estado dê andamento ao processo que culminará com o crédito de R$ 1,6 milhão à empresa, devido a Lei Kandir, que isenta do tributo ICMS os produtos e serviços destinados à exportação.

Além das condições climáticas desfavoráveis, com a seca dos últimos anos, altos custos e um mercado Europeu fraco, aliado a condições internas desfavoráveis e a uma multa junto ao Ministério do Trabalho de mais de R$ 1 milhão, a empresa deverá despencar ainda mais sua economia com a liberação para que produtores de bananas do Equador possam exportar para o Brasil.

Ao final da reunião, ficou decidido que o deputado Henrique Alves vai marcar uma audiência em Brasília com os Ministros da Agricultura e do Trabalho, para se chegar a um consenso que se evite uma demissão em massa no Rio Grande do Norte.

Já o deputado Nelter, através de requerimento na Assembleia Legislativa, vai solicitar que o Governo do Estado libere o crédito da empresa. “O importante é unirmos esforços para que a empresa não pare de exportar e não ocorra a demissão em massa já anunciada”, afirmou Queiroz.

z1