É lastimável para o Rio Grande do Norte dá adeus a uma mulher do timbre de Noilde Ramalho.

No auge dos seus 90 anos, Dona Noilde continuava sendo um exemplo de educação e elegância, além de todo seu tempo dedicado a Escola Doméstica.

O Henrique Castriciano e a FARN só existe graças à existência desta mulher que deu tantas e tantas aulas de etiqueta a várias madames da sociedade potiguar.

Já pensou?

As três instituições de ensino (Escola Doméstica, Henrique Castriciano e FARN), da qual tinha a participação direta de Noilde Ramalho, conta hoje com cinco mil alunos e oferecem uma educação de excelência desde o berçário até a pós-graduação.

Por isso afirmo: Noilde Ramalho dedicou sua vida a educação.

Foto: Vlademir Alexandre

Os comentários estão fechados.