Fábio Góis/Congresso em Foco

Nada de churrasco. Nada de feijoada. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu comida “vegan”. Isso mesmo: o presidente negro da maior nação do mundo, conhecida por se entupir de hamburguer, deu instruções para que a sua dieta no Brasil seja mais radical que a vegeteriana. Ou seja: nada do que tenha origem animal entra na alimentação. Nem carne, nem leite, nem ovos.

Ma essa não será o único cardápio servido nos eventos aos quais o presidente norte-americano comparecerá: para quem não é vegetariano, serão servidos outros tipos de pratos. Apenas Obama e sua família, ao menos oficialmente, só se alimentarão com refeições vegan.

O veganismo, aliás, observa o direito dos animais pelo ângulo da ética, e os adeptos da filosofia não admitem qualquer exploração ou abuso sobre os exemplares da fauna, seja qual for a espécie.