Quem acompanha os trabalhos da Assembleia Legislativa sente um crescimento muito forte de deputados de oposição ao Governo Fátima.

Até então vozes únicas de oposição, Kelps Lima (SDD), Coronel Azevedo (PSC) e José Dias (PSDB) passam a ter o reforço mais firme de vários outros colegas.

“A governadora retira 25% da cota do ICMS dos municípios através de um decreto inconstitucional para fazer graça com os empresários”, declarou Gustavo Carvalho (PSDB) nesta quarta-feira (06).

Na reunião com os prefeitos sobre a retirada do ICMS de municípios em favor do PROEDI, Nelter Queiroz (MDB) criticou fortemente a governadora: “Ela prometeu que faria o Governo popular, mas persegue os servidores públicos, persegue os motociclistas no interior, fecha hospitais e agora corta dinheiro das Prefeituras que já vinham sofridas sem recursos”.

Tomba Farias (PSDB), foi outro que endureceu o tom: “A governadora implantou um decreto de cima para baixo, sem uma diálogo amplo com os prefeitos, que enfrentam dificuldades para pagar a folha dos servidores, fornecedores e serviços”.

“É preciso sentar, negociar, propor uma tabela regressiva, propor um momento de transição e acabar com esse impasse que tem deixado os prefeitos preocupados, gerando insegurança jurídica para os empresários e prejudicando o desenvolvimento do nosso Rio Grande do Norte”, ressaltou Hermano Morais (Sem partido).