Sem categoria

Gustavo Carvalho anunciará em junho se vai para o PSD, ou fica no PSB

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSB), ainda não definiu se vai se filiar ao PSD.

Pelo menos foi o que ele declarou na tarde desta terça-feira (17), na Assembleia Legislativa, na presença das jornalistas Thaisa Galvão e Anna Ruth Dantas, além deste blogueiro.

Gustavo deixa claro que está ouvindo suas bases políticas.

“Nós recebemos o convite para se filiar ao PSD. Estamos analisando, e ouvindo nossos correligionários. Em junho terei uma posição definida”, disse Gustavo Carvalho.

Indagado pela jornalista Thaisa Galvão se iria consultar a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), Gustavo resumiu a dizer que iria conversar com Wilma.

Tipo…vai apenas comunicar a decisão.

Sem categoria

Rosalba cumpre agenda em Brasília

A governadora Rosalba Ciarlini cumpre agenda nesta terça-feira (17), na Capital Federal.

Às 11h ela foi recebida pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Bandeira Florence.

E neste momento, a governadora está reunida com a equipe técnica do Ministério das Cidades, para tratar de assuntos relacionados à obras de Mobilidade Urbana de Natal, com recursos oriundos do PAC 2.

Sem categoria

Deu na Folha: Governo não vai investigar patrimônio de Palocci, diz ministro

BRENO COSTA
MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA/Folha.com

O Palácio do Planalto decidiu que não vai promover nenhuma investigação em relação à evolução patrimonial do ministro Antonio Palocci (Casa Civil) e às origens dos recursos que permitiram que sua empresa, a Projeto, adquirisse um apartamento e um escritório no valor de R$ 7,5 milhões, como revelou a Folha ontem.

O recado foi dado pelo ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência), que participou de reunião com a presidente Dilma Rousseff e o próprio Palocci, pela manhã.

“Para nós, o assunto está encerrado e nós estamos muito satisfeitos com esse resultado. Vamos para a frente”, disse o ministro, na tarde desta sexta-feira. Gilberto Carvalho se baseia nas conclusões da Comissão de Ética Pública da Presidência da República.

No início da tarde, o presidente da comissão, Sepúlveda Pertence, declarou que não caberia ao grupo analisar a evolução patrimonial do ministro.

Segundo o ministro, o governo precisa se “ater ao presente”.

“Quando a presidenta convida o ministro Palocci para ser seu ministro, o que nos interessa é o comportamento dele nesse período, se ele vai auferir ou não alguns bens de maneira legítima ou não dentro do governo. É isso que nos interessa. Quanto ao passado de cada um dos ministros, não cabe ao governo fazer nenhum tipo de investigação”, disse.

A importância de Palocci para o governo Dilma também foi destacada pelo ministro, que também se disse contrário a uma eventual convocação do ministro-chefe da Casa Civil para dar explicações no Congresso, como pretende a oposição.

“A comissão de ética encerra para nós essa questão. Palocci é fundamental para esse governo, tem demonstrado uma grande competência, um incrível empenho no apoio à presidenta e na coordenação do governo. Vamos tocar a vida para a frente, porque nós temos muito trabalho e o Palocci precisa trabalhar muito para o nosso país”, afirmou.

Sem categoria

Polícia Civil entra em greve a partir desta terça-feira (17)

Uma comissão do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol), liderada pela presidente da entidade, Vilma Marinho Cezar, comunicou ao secretário estadual de Segurança Pública, Aldair da Rocha, que a partir desta das 8h desta terça-feira (17), a categoria entrará em greve.

O secretário Aldair da Rocha determinou que as viaturas das Delegacias de Polícia sejam recolhidas, ficando apenas uma em cada unidade à disposição dos delegados, que estarão responsáveis pelos veículos que ficarem parados durante a paralisação.

Os policiais que não forem trabalhar serão considerados faltosos e a possibilidade de que as faltas sejam abonadas – ou não – será verificada a partir da legalidade ou não do movimento grevista, que será analisado pela Justiça.

Os prédios guarnecidos por policiais civis ficarão sob os cuidados da Polícia Militar durante a greve.

Aldair da Rocha voltou a afirmar que o Governo do Estado, por enquanto, não tem como atender reivindicações que alterem suas finanças, para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Sem categoria

Através de sua assessoria juridica, Garibaldi e Henrique apresentam defesa

NOTA OFICIAL

Este Escritório de Consultoria e Advocacia, por seus advogados‐gerentes abaixo assinados, que representa os interesses dos MDs. Ministro e Senador Garibaldi Alves Filho e Deputado Federal Henrique Eduardo Alves nos autos nº 0014007‐94‐2002‐8.20.001, cuja sentença foi ora publicada, tem a informar o seguinte:

1. O recurso de apelação ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte será adentrado no prazo legal, ou seja, 15 dias a partir da sua publicação, onde se confia que será inteiramente modificada por sua desobediência aos princípios constitucionais da ampla defesa, do contraditório e da razoabilidade;

2. A Douta Magistrada que a proferiu, cerca de 10 (anos) depois dos fatos, não permitiu à defesa mostrar suas provas, inclusive através da perícia requerida nos autos, apesar dos sucessivos pedidos feitos, e promoveu uma decisão por julgamento antecipado da lide, incorrendo assim no profundo erro de cumprir metas administrativas em detrimento da verdadeira Justiça;

3. Com o erro da pressa, o juízo monocrático produziu uma decisão teratológica que fere o Direito em si próprio, mas que se confia que o Egrégio Tribunal de Justiça irá modificar, aliás, como sempre vem fazendo em casos assemelhados e

4. Por fim, a Juíza que proferiu o julgamento é absolutamente incompetente para atuar no processo, nos termos do que decidiu o SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA nos autos da Reclamação 2709/SC, em 02 de dezembro de 2009.

Natal/RN, 16 de maio de 2011.

ESEQUIAS PEGADO CORTEZ NETO

FELIPE CORTEZ MEIRA DE MEDEIROS

Sem categoria

Ritchie é atração confirmada na festa dos Anos 80 do SESC Seridó‏

“De volta aos anos 80” já se consolidou como uma das principais atrações da Festa de Santana de Caicó.

A data não poderia ter sido melhor escolhida: a quarta-feira, 27 de julho, véspera de feriado municipal e da feirinha de Santana.

Em seu terceiro ano consecutivo, a organização superou todas as expectativas e está trazendo, pela primeira vez para Caicó, um dos artistas mais consagrados do segmento “anos 70, 80 e 90”: Ritchie, que em sua trajetória vendeu milhões de cópias com sucessos que até hoje animam as baladas, como “Menina Veneno”, e outras.

A festa, a exemplo dos anos anteriores, será realizada no Clube SESC Seridó, e contará também com show de Max e Banda Estrelar.

A festa é promovida pela radialista Suerda Medeiros.

Sem categoria

Blog da Folha de São Paulo repercute furo do Blog de Thaisa Galvão: Ministro e Líder do PMDB sofrem condenação

Do blog de Vera Magalhães/ Folha de São Paulo http://presidente40.folha.blog.uol.com.br/

O ministro Garibaldi Alves (Previdência) e o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), foram condenados em primeira instância por improbidade administrativa.

A pena prevista para esse tipo de crime é suspensão dos direitos políticos de um a três anos e pagamento de uma multa equivalente a três vezes a remuneração nos cargos que ocupavam na época.

Os dois políticos ainda podem recorrer da sentença, publicada no “Diário Oficial da Justiça” na última sexta-feira e noticiada em primeira mão pelo blog da jornalista Thaisa Galvão (www.thaisagalvao.com.br).

O processo que resultou na condenação, ainda não transitada em julgado, foi aberto a partir de iniciativa do Ministério Público Estadual de 2002, quando Garibaldi era governador do Rio Grande do Norte e seu sobrinho Henrique Alves era titular da Secretaria de Projetos Especiais.

A juíza Ana Cláudia Secundo da Luz considerou procedente a denúncia formulada pelo Ministério Público, que apontou uso da publicidade oficial do Estado para promoção pessoal de Garibaldi e Henrique Alves.

O Ministério Público apontou “veiculação maciça” de publicidade oficial na TV em novembro e dezembro de 2001, na qual a imagem dos dois peemedebistas aparecia junto a obras do governo. Para os promotores, a propaganda foi usada para beneficiar politicamente o então governador e seu secretário, o que fere o artigo 37 da Constituição Federal, que estabelece o princípio da impessoalidade na propaganda oficial.

“Conforme as informações obtidas na tramitação do procedimento administrativo, ficou comprovada a intensa exposição na mídia, as custas do erário, da imagem dos demandados, personalizando nas suas figuras os êxitos anunciados nas peças publicitárias da administração estadual”, ressaltou na peça de acusação o MP.

Na denúncia, o MP diz que a publicidade de programas como o Nossa Gente representava “uma obra de marketing político custeada com recursos públicos”, concebida para “alavancar” as pretensões eleitorais do ex-secretário, então postulante ao governo do Estado, “pois o mesmo aparece por sete vezes em apenas sessenta segundos, sem verbalizar qualquer mensagem”.

Na sentença, a juíza diz que “Vê-se claramente que houve promoção pessoal grosseira, bem distinto da propaganda institucional legítima”.

Os ex-gestores foram condenados, ainda, à proibição de contratar com o poder público ou a receber benefício ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo de três anos.

Sem categoria

Wilma confia na permanência de Gustavo Carvalho no PSB

Ainda na entrevista concedida ao jornalista Jurandir Nóbrega, na 94 FM, a ex-governadora Wilma de Faria foi questionada se o deputado estadual Gustavo Carvalho havia lhe comunicado sua saída do PSB, e, respectivamente, a filiação ao PSD, comandado no Estado pelo vice-governador Robinson Faria.

“Existe o convite para Gustavo se filiar ao PSD, mas eu não acredito que ele venha a deixar nosso partido. Gustavo tem uma história ao nosso lado. É um amigo nosso e quero ele perto de mim”, disse Wilma.

Sem categoria

Eduardo Campos nega querer Presidência e reafirma apoio a Dilma

ELEONORA DE LUCENA
ENVIADA ESPECIAL AO RECIFE/ Folha de São Paulo

Neto do revolucionário Miguel Arraes (1916-2005), o governador Eduardo Campos (PSB-PE) tem um discurso calculado e conciliador. Aos 45 anos, preside o Partido Socialista Brasileiro, o que mais cresceu nas últimas eleições. Reeleito com 83% dos votos, ele agora está nos comerciais do partido em rede nacional.

Diz que não está em campanha para a presidência. Promete que apoiará Dilma em 2014 e afirma que não está se descolando do PT. “Não há como descolar o que não está colado”. Elogia Lula, mas lembra a todo o momento do legado de Fernando Henrique Cardoso –cujo texto sobre a oposição leu duas vezes.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista:

Folha – O sr é candidato à presidência em 2014?
Eduardo Campos – Não. O cenário para 2014 aponta como natural a candidatura à reeleição da presidente Dilma. Nós estamos no projeto dela. Fizemos uma aliança estratégica com o PT, mantendo nossa identidade. Nunca tivemos uma posição subserviente. Essa posição fez o PSB crescer. Fomos o partido que mais cresceu nas ultimas eleições. Não temos porque alterar esse rumo estratégico. Na política não tem fila.

Mas há a avaliação de que a sua campanha que está no ar significa um descolamento da presidente. O sr. fala em novo caminho pra o país.
Não há como descolar o que não está colado. Temos uma aliança política, mas temos identidades próprias. O Brasil foi caminhando, conquistamos a democracia, a Constituição, direito a ter regras estáveis, a estabilidade econômica, agora a causa da sustentabilidade, a responsabilidade fiscal. Há um grande consenso brasileiro sobre esses valores. O governo do PSDB ajudou com a estabilidade fiscal. O governo Lula ajudou colocando o dedo na desigualdade. No PSB queremos ser uma opção, um caminho para governar cidades, Estados.

E a presidência?
E um dia será natural. Acredito que o dia do PSB não é em 2014.

Que avaliação o sr. faz da cena política, com a base governista inchada e a oposição em crise?
Uma coisa dialoga com a outra. A oposição foi se deslocando da pauta real e foi ficando com uma pauta muito institucional. A campanha foi das mais despolitizadas. Quando isso acontece, quem ganha sai muito fortalecido porque quem perde não deixa um pensamento.

Isso explica o movimento de Kassab e seu novo partido?
Sim, a falta de perspectiva, depois da terceira derrota consecutiva. Leva naturalmente o governo a ficar muito forte e a oposição muito fragilizada. Isso é constante? Não. Esse quadro é dinâmico.

Para onde vai isso? A oposição vai se recompor, unificar partidos?
Os grandes movimentos não vieram dos partidos políticos. Vieram da rua. A campanha das diretas, o impeachment, a vitória de Fernando Henrique Cardoso. A oposição vai precisar fazer o debate para encontrar a proposta do futuro.

No que vai resultar o PSD?
Isso se insere no processo desse conjunto em que Kassab sempre esteve. Como não tinham mais caminho estão tentando se reinserir no quadro político sem ter uma posição automática contra o governo. Na base do governo convivem forças políticas que não são diferentes das forças que estão entrando no PSD.

Uma base tão ampla e com interesses conflitantes não paralisa o governo?
Uma grande coalizão como essa, num determinado momento, corre o risco de não existir mais e a alternativa é sair da própria base. É um processo cíclico.

Por que não houve a fusão com o PSD? Houve muita resistência interna no PSB?
Nunca trabalhamos com essa possibilidade. Podemos ter alianças na política municipal, estadual, federal.

Seu avô, Miguel Arraes, dizia eu os seus maiores adversários eram os grandes proprietários. Quem são os seus adversários hoje?
Eu procuro mais aliados do que adversários. Na eleição se expressaram os nossos adversários. Por um processo histórico, a carga de preconceito é bem menor do que sobre o dr. Arraes. Eu não vejo nenhum segmento empresarial com preconceito, seja banco, empreiteira. Eles têm a sua lógica de buscar lucro.

Qual a possibilidade de uma aliança sua com Aécio Neves?
Sou amigo do Aécio, militamos juntos. Acho que vamos manter as alianças. Em 2012, na eleição municipal, deveremos estar em muitos palanques juntos, onde já estamos, como em Belo Horizonte.

Qual o futuro de Ciro Gomes?
Ciro é um grande quadro político. Tivemos divergências. Ele pode ser candidato a qualquer coisa no PSB. Tem talento, história, o nosso respeito.

Foto: Eduardo Knapp/Folhapress

Sem categoria

Wilma assume pré-candidatura a prefeita de Natal e faz críticas a Micarla e Carlos Eduardo

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB), concedeu uma entrevista na manhã desta segunda-feira (16), ao jornalista Jurandir Nóbrega, no Jornal da Cidade, que vai ao ar pela 94 FM.

Na oportunidade, a ex-governadora fez uma análise dos cinco primeiros meses do Governo Rosalba Ciarlini e aproveitou para se defender das criticas em relação ao seu Governo. “É muito cedo para se fazer uma avaliação aprofundada do novo Governo. Na verdade, eu só gostaria de se fazer isso quando completasse um ano da nova administração. Mas eu preciso fazer alguns esclarecimentos a população. A única coisa que a governadora soube fazer até agora, foi criticar o meu Governo e o de Iberê. Ela ainda não mostrou nenhum projeto para o Rio Grande do Norte. Tudo que ela está desenvolvendo, nós deixamos encaminhados, inclusive com os recursos já orçados”, afirmou.

Sobre a crise financeira tão alardeada pela governadora, Wilma justificou que quando assumiu o Governo, herdou dívidas bem maiores, dos Governos de José Agripino e Garibaldi Filho. “Hoje aliados da atual governadora”, disse.

Em tom de pré-candidata a prefeita de Natal, a socialista fez criticas a atual prefeita Micarla de Sousa e ao ex-prefeito Carlos Eduardo. “Quando fomos apresentar o projeto da Copa a FIFA, não obtivemos apoio nenhum da prefeita Micarla de Sousa, que estava entrando na Prefeitura, nem de Carlos Eduardo, que estava deixando a Prefeitura”.

E ainda completou a critica referente à Micarla: “Natal tem 84 unidades de Saúde nos bairros, que não funcionam”.

Para finalizar, a ex-governadora admitiu sua pré-candidatura a prefeita de Natal. “Sempre fui uma política de partido. Penso sempre em fortalecer o nosso partido. Se para isso, é preciso uma candidatura nossa a prefeita, eu topo o desafio, sem nenhum dificuldade. Vamos a luta”.

Sem categoria

Em seu programa de rádio, Vivaldo fala sobre a sucessão municipal de Caicó

O deputado estadual Vivaldo Costa, utilizou o programa que apresenta diariamente na Rádio Caicó-AM, para fazer uma avaliação sobre a sucessão municipal de Caicó.

Bibi Costa

“Bibi já declarou que nem vota em Nildson Dantas, nem em Roberto Germano”.

João Maia

“Apesar de já ter sido procurado pelo ex-prefeito e pré-candidato Roberto Germano, ainda não emitiu nenhuma declaração sobre seu posicionamento político”.

Álvaro Dias

“Garibaldi confiou entregar o comando do PMDB seridoense ao ex-deputado Álvaro Dias, porque sabe que ele é competente. Álvaro sempre foi amigo leal de Garibaldi. Passa a ser, novamente, o líder do PMDB do Seridó”.

Forças Progressistas

“As Forças Progressitas vão apresentar um candidato a prefeito em Caicó. O nome desse candidato se chama José Rangel de Araújo, que será candidato pelo PV ou PT. Já teve seu nome lançado pelo vereador Cláudio Sandegi, e nos próximos dias vai receber a visita do senador Paulo Davim”.

Fátima Bezerra

“Fátima agradeça os votos recebidos na última campanha em Caicó, a Rangel. Deverá retribuir agora em 2012, apoiando sua candidatura a prefeito, seja por qual partido for (PV ou PT)”.

Rosalba Ciarlini/Papa-Jerimum

“Ninguém tenha dúvida de que o Papa e a Rosa estarão juntos, no mesmo palanque, apoiando um candidato a prefeito de Caicó. E esse candidato é o futuro prefeito. Porque nos últimos 38 anos, os candidatos a prefeito de Caicó, que apoiei, com apoio do governador ou governadora, foram vitoriosos”.

Sem categoria

Miguel Falabella faz elogios a Natal e ao Teatro Riachuelo

Ao terminar de apresentar mais uma edição da peça “A Gaiola das Loucas”, o apresentador Global, Miguel Falabella, que subiu ao palco do Teatro Riachuelo, na sexta, sábado e domingo, foi jantar no Restaurante Camarões do Midway Mall, ao lado de alguns familiares e de sua equipe de produção.

Simpático, gentil e educado, Falabella teve uma rápida conversa com este blogueiro:

Teceu elogios a cidade de Natal e ao Teatro Riachuelo.

“Sou apaixonado por Natal, cidade linda e maravilhosa, sem falar do povo que é bastante hospitaleiro”, afirmou o apresentador que se disse maravilhado com o Teatro Riachuelo. “Sou fã número um de Natal, e agora passo a ser fã número um do Teatro Riachuelo. Isso é uma maravilha”.

Foto: Heitor Gregório

Sem categoria

Prefeitura de Natal sem condições de cumprir o Plano de Cargos, Carreira e Salários

Quem disse que é somente o Governo do Estado?

A Prefeitura de Natal também não tem condições de cumprir os compromissos assumidos com as categorias profissionais.

A informação foi dita pelo próprio chefe da Casa Civil da Prefeitura de Natal, Kalazans Bezerra, em uma roda política.

Segundo Kalazans, a prefeita está fazendo esforço para cumprir…não se sabe até quando.

Sem categoria

O noivado de Tayná Ciarlini e Orlando Campos

A noite deste sábado (14) foi de muita alegria para a família Ciarlini.

Única filha mulher de Rosina Ciarlini, a estudante de medicina, Tayná Ciarlini, reuniu a família, em jantar, para anunciar o noivado com o empresário-paraibano, Orlando Campos.

Jantar, que teve a presença da tia e madrinha, a governadora Rosalba Ciarlini, além de familiares e amigos seletos.

Fotos: Heitor Gregório

Os noivos

Os noivos ao lado da mãe da noiva, Rosina e das tias Rosalba e Rosângela

Um brinde pela felicidade

Clube das luluzinhas abraçam a governadora Rosalba

A noiva ao lado de primas e algumas amigas

Sem categoria

Chuva de políticos no casamento de George Soares e Danielle

Além da chuva que caia na capital, também teve chuva de políticos no casamento do deputado estadual George Soares e Danielle Morais.

A Igreja de Nossa Senhora da Apresentação, antiga catedral de Natal, ficou pequena para tantos convidados, que logo em seguida foram recepcionados no Olimpo da Prudente de Morais.

O ministro Garibaldi Filho e a esposa Denise Alves foram presença de destaque, ao lado do ex-governador Iberê Ferreira de Souza, do presidente da Assembleia Legidlativa, deputado Ricardo Motta e dos demais colegas de George: Agnelo Alves, Walter Alves, Gustavo Fernandes, Ezequiel Ferreira, Tomba Farias, Dibson Nasser e Fábio Dantas.

O deputado federal João Maia, líder político e padrinho de casamento de George, foi representado pela esposa Fernanda Maia e pelo irmão-vice-prefeito de Jardim de Piranhas, Galbê Maia.

João foi ser padrinho de outro casamento no município de Antônio Martins.

Fotos: Alex Costa

Danielle Morais e George Soares…FELICIDADE

Danielle e George; Katalyna e Ricardo Motta

George e Danielle, ladeados pelos casais: Gustavo Carvalho e Nilma, Garibaldi Filho e Denise

Danielle e George recebendo o abraço dos deputados Fábio Dantas, Poti Júnior, Tomba Farias e suas respectivas esposas

O ex-governador Iberê Ferreira de Souza marcou presença

Foto: Marcos Costa

Galbê e Fernanda abraçando Danielle e George

Foto: Emerson Miguel para www.celsoamancio.com

As lembracinhas…

Sem categoria

Terremoto a 1.277 quilômetros de Natal

Debora Santos e Mário Barra

Do G1, em Brasília e São Paulo

Um tremor de magnitude 6 foi registrado pelo Centro Nacional de Informações sobre Terremotos do Estados Unidos no Oceano Atlântico a 878 quilômetros do Arquipélago de Fernando de Noronha e a 1.277 quilômetros de Natal neste domingo (15), às 10h08, horário de Brasília. As primeiras informações indicam que o tremor não foi sentido na capital potiguar, nem no arquipélago.

O abalo no mar foi verificado pelo centro de pesquisa geológica norte-americano numa profundidade de 9 km, abaixo do fundo do mar. O local fica a 415 quilômetros do arquipélago de São Pedro e São Paulo e tem histórico de instabilidade, por estar acima de uma falha geológica. A Marinha do Brasil ainda investiga possíveis impactos na região.

Segundo o professor do Instituto de Geociência da Universidade de Brasília (UnB), João Willy Correa Rosa, o terremoto não representa risco de tsunami, porque ocorreu em um local de águas profundas.

“Há ali no oceano uma coluna de água de mais de 4 mil metros. Para haver tsunami seria preciso um sismo mais forte e mais próximo da costa. Tem que ter determinadas características de como a rocha é rompida. O tsunami só ocorre em determinadas ocasiões. É uma exceção”, disse o especialista do Observatório Sismológico da UnB, em Brasília.

O tremor, na avaliação do especialista, é considerado de médio a grande impacto, mas se comparado com o histórico da região pode ser classificado como normal. “É um sismo com magnitude esperada para essa região e que ocorre a cada 5 anos num raio de 5 mil km”, disse Rosa.

O professor explica ainda que a falha geológica fica entre as placas tectônicas Africana e da América do Sul. Segundo ele, há um movimento constante de separação dessas placas, o mesmo que provoca um afastamento de em média 10 centímetros por ano entre os dois continentes.