A Polícia Federal cumpre oito mandados de busca e apreensão expedidos pelo STF nesta quarta-feira (19). A ação tem como objetivo investigar o recebimento de vantagens indevidas entre os anos de 2010 a 2016 pelo ex prefeito de São Paulo, atualmente exercendo o cargo de Ministro, Gilberto Kassab.

Aproximadamente 40 policiais federais dão cumprimento aos mandados de busca e apreensão, sendo seis mandados no estado de São Paulo e dois no Rio Grande do Norte.

Suspeita-se que os valores eram recebidos por empresas, através da simulação de serviços que não foram efetivamente prestados e para os quais foram emitidas notas fiscais falsas.

As vantagens teriam sido solicitadas a um grande grupo empresarial do ramo dos frigoríficos que teria efetuado o pagamento em troca da defesa dos interesses do grupo; bem como para direcionar o apoio político na campanha presidencial de 2014.

Parte dos recursos também teria sido encaminhada para a campanha do governador Robinson Faria (PSD) e do deputado federal Fábio Faria (PSD).

São investigados os crimes de corrupção passiva e falsidade ideológica eleitoral.

Ainda não foram divulgados onde são cumpridos os mandados envolvendo os dois políticos do RN.