Com a possível criação do Partido Liberal (PL), já se vislumbra nos meios políticos do Estado a possibilidade bem clara dos prefeitos Fabrício Torquato (Pau dos Ferros) e Ivan Júnior (Assu), se filiarem a nova legenda.

Fabrício está filiado ao DEM, comandado no Estado pelo senador José Agripino Maia, aliado do deputado estadual Getúlio Rêgo e do ex-prefeito Leonardo Rêgo, que deverá ser o candidato da legenda em Pau dos Ferros.

Já Ivan Júnior está no PROS, do deputado federal eleito Rafael Motta, que teve alguns votos no sistema político do prefeito assuense, bem como o deputado estadual reeleito Ricardo Motta, presidente da Assembleia Legislativa. Ivan quer uma legenda com a cara do Governo Robinson. E não tem melhor do que o PL, pelo fato de ser um partido novo e poder receber políticos com mandato sem problemas jurídicos.

Pelo Seridó, imagino que se o prefeito de Ipueira, Paulo Brito, decidir disputar a reeleição contra o sistema pelo qual foi eleito, controlado pela ex-prefeita Cessa (DEM), o PL poderá ser seu destino. Paulo tem dito que não será mais candidato. É o mais provável pelo alto índice de reprovação a sua administração.