PM usa bombas de gás lacrimogênio e servidores do Estado desocupam a Secretaria de Planejamento

Os servidores do Estado, em greve, que ocupavam o prédio da Secretaria Estadual de Planejamento desde a última quarta-feira (22), protestando contra o atraso salarial, foram obrigados a deixar o local no início da noite, por força policial, que utilizou até bombas de gás lacrimogênio e spray de pimenta.

A Justiça concedeu um mandado de reintegração de posse solicitado pelo Governo do Estado.

Os Policiais Militares ainda tentaram uma negociação com os líderes sindicais, mas não se chegou a um consenso.

O fato é mais um paradigma do Governo Robinson.

img_1545.jpg