Foi realizada nesta sexta-feira, 23/10, em Natal, a posse do delegado Caio Rodrigo Pellim no cargo de Superintendente Regional da PF no Rio Grande do Norte.

A cerimônia aconteceu no auditório do órgão, em Lagoa Nova e foi restrito ao público interno, respeitando as regras de distanciamento social, e transmitido, ao vivo, aos demais servidores da instituição.

O evento foi prestigiado pelo Diretor Regional Executivo da PF, Carlos Henrique Oliveira de Sousa, representando o Diretor-Geral Rolando Alexandre de Souza; o Corregedor-Geral João Vianey Xavier Filho; o Diretor Técnico-Científico Alan de Oliveira Lopes; o Diretor de Administração e Logística Policial, André Viana Andrade; a ex-superintendente da PF no RN, Larissa Freitas Carlos Perdigão, além dos superintendentes da PF nos estados do PI, CE, PB, PE, AL, SE, MG e DF, o chefe da Delegacia da PF em Mossoró, Breno Rodrigo de Morais, servidores e presidentes de associações de classe.

CURRÍCULO RESUMIDO DO NOVO DIRIGENTE

O delegado Caio Pellim é graduado em Ciências Jurídicas pela Universidade São Francisco de Bragança Paulista/SP e pós-graduado (MBA em Gestão Pública) pela Unyleya – Brasília/DF. Antes de ingressar no órgão foi estagiário do Ministério Público/SP (1999/2000); exerceu a advocacia (OAB/SP) nos anos de 2001 a 2003. Sua posse na Polícia Federal se deu em 2003, na Superintendência de Campo Grande/MS.

ATIVIDADES PROFISSIONAIS DE DESTAQUE NA PF

Nomeado chefe substituto da Delegacia de Repressão ao Tráfico de Armas da Superintendência da PF em Mato Grosso do Sul (entre 2003 e 2007). Ainda no Mato Grosso do Sul, foi chefe da Delegacia de Ponta Porã, de 2007 a 2009.
Removido para o Amazonas, chefiou a Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado (entre 2009 e 2010) e a Delegacia Regional Executiva (entre os anos de 2009 a 2012).
Em sua próxima lotação, Santa Catarina, chefiou a Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais (de 2014 a 2015).
Em sua segunda passagem pelo Mato Grosso do Sul, exerceu a chefia da Delegacia Regional Executiva (entre 2015 e 2017) e, por último, foi Superintendente Regional em Rondônia (de 2017 a 2020).