Completando 18 anos de história neste mês de setembro, o Porto de Ama Centro de Cultura está de volta com o seu protagonismo na terra das salinas, desta vez, através do projeto “Movimento Cultural do Porto de Ama”, que trará de volta atividades de formação e ocupação artística ao principal espaço cultural do município de Macau.

O projeto acontece graças ao patrocínio da Cosern e Instituto Neoenergia, através da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo, mecanismo de fomento cultural do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

O “Movimento Cultural do Porto de Ama” traz como conceito a valorização de crianças, jovens e adultos, através da arte, bem como a criação de novas possibilidades de acesso aos bens culturais para a população mais carente, por meio de oficinas que serão oferecidas gratuitamente. “Essa iniciativa tem como objetivo inserir crianças e jovens como protagonistas no cenário cultural do município, despertando novos talentos e gerando ocupação e renda para os professores e toda a equipe que compõe o projeto cultural, deixando um grande legado na formação pessoal de cada indivíduo”, destacou o padre João Batista Filho, Presidente do Centro Social Pio XI, mantenedora do Porto de Ama Centro de Cultura.

Porto de ama