A Tribuna do Norte começou 2016 batendo recordes de alcance das notícias na fanpage oficial no Facebook. Apenas nos sete primeiros dias do ano, as publicações feitas nessa rede alcançaram 3,1 milhões de pessoas. Esse número é cinco vezes maior que a média semanal do ano passado e duas vezes maior que o pico do alcance conquistado em 2015.

O alcance das postagens da Tribuna do Norte nas redes sociais é resultado do trabalho de três anos da equipe da plataforma online. Hoje, a TN é líder isolado no Estado em seguidores e engajamento em todas as redes sociais que atua. No Facebook são mais de 211 mil seguidores, no Twitter 148 mil, Instagram 70 mil, Periscope 7.796 e WhatsApp 1.700.

No facebook, que é a principal janela de tráfego para o site (www.tribunadonorte.com.br), a quantidade de curtidas na página em 2015 também impressiona. A fanpage da TN começou 2015 com 144 mil seguidores e saltou para atuais 211 mil registrando crescimento de 46,5%.

“Os índices mostram que há uma parcela significativa de pessoas que procura por informações nas redes sociais e prioriza e prefere o que eu chamaria, sem qualquer conotação elitista, de ‘griffe jornalística’. É a informação de uma fonte séria, crível, objetiva, profissional. A notícia que se distingue da massa amorfa de boatos e opiniões superficiais que marcam, infelizmente, grande parte do que circula nas redes sociais”, analisa o diretor de redação da Tribuna do Norte, Carlos Peixoto.

Ferramentas
Segundo a editora executiva da Tribuna do Norte e especialista em Mídias Sociais, Cledivânia Pereira, as novas ferramentas digitais de comunicação abriram um mundo novo para as empresas de comunicação. “Em um cenário de tantas informações desencontradas e sem checagem ou credibilidade, os usuários de rede sempre seguem e trocam informações com as fanpages que eles confiam. E ser líder em todas as redes demonstra por si a confiança que os leitores sempre deram ao jornalismo da Tribuna do Norte, seja na versão impressa e agora na online”, ressalta, lembrando que no trabalho da TN nas redes sociais nunca foram usadas postagens pagas para divulgação dos perfis.

z