O potiguar Júnior França, parahalterofilista da Sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN) desbancou todos os adversários e foi ao topo do pódio na Copa do Mundo da modalidade, na Nigéria.

“É fruto de muito trabalho. Desde o ano passado, não tive folga nos treinos. Meu foco está totalmente voltado para a meta de alcançar uma vaga nos Jogos de Tóquio”, diz Júnior.

O potiguar, da categoria até 49kg, levantou 145kg em sua segunda tentativa. O nigeriano Muhammed Gbadamosi (135kg) e o ganês Peter Abiola (80kg) completaram o pódio. A marca de Júnior supera o feito dos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 em quatro quilos. Na capital peruana o halterofilista, que nasceu com artrogripose, também faturou o ouro.

Foto: Ivo Felipe (CPB)

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.