Pré-acordo do MDR com Estados beneficiados pela transposição do Rio São Francisco é assinado

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e os governos dos estados atendidos pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco assinaram, nesta quinta-feira (29), um pré-acordo para definir critérios contratuais para início da operação comercial dos serviços de operação e manutenção do sistema, negociados por intermédio da Câmara de Mediação e de Conciliação da Administração Pública Federal, órgão ligado à Advocacia-Geral da União (AGU).

“Este termo põe fim a anos de negociação entre o Governo Federal e os estados. Água é desenvolvimento e qualidade de vida, principalmente para as famílias do Nordeste, que historicamente convivem com a seca”, destacou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. “Fazer essa água chegar à população é uma das prioridades do Governo Federal e do presidente Jair Bolsonaro”, apontou.

Por meio do pré-acordo, o Governo Federal se compromete em concluir as obras complementares ao Projeto de Integração do Rio São Francisco, como o Ramal e a Adutora do Agreste, em Pernambuco, o Ramal do Apodi, no Rio Grande do Norte, o Ramal do Salgado, no Ceará, e o Ramal do Piancó, na Paraíba.

Em João Pessoa, o governador da Paraíba, João Azevêdo, e o ministro Rogério Marinho assinaram pré-acordo para operação comercial do Projeto São Francisco. Governadores do Ceará, Camilo Santana, e do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, participaram por videoconferência (Foto: Adalberto Marques/MDR)