O presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou nesta quinta-feira (7) que a proposta da Nova Previdência vai respeitar as características de cada braço das Forças Armadas. Em discurso durante o 211º Aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais, no Rio de Janeiro, ele acrescentou ser necessário um sacrifício por parte dos militares.

Em 20 de fevereiro, o governo federal apresentou ao Congresso Nacional a proposta de emenda à Constituição 6/2019, da Nova Previdência, que tem como objetivo tornar os regimes de aposentadoria no País mais igualitários, eliminando privilégios e equilibrando as contas públicas.

“O que eu quero aos senhores, é sacrifício também. Entraremos sim, em uma nova Previdência, que atingirá aos militares. Mas não deixaremos de lado, não esqueceremos as especificidades de cada Força”, disse.

Missão

Durante o discurso, Bolsonaro também afirmou que o atual governo tem a missão de mudar o Brasil e integrá-lo às nações mais desenvolvidas. “Temos o propósito de integrar o Brasil ao primeiro mundo, de forma que com as nossas riquezas possamos colocá-lo no lugar de destaque que merece”, apontou.

Fonte: Planalto

Nova Previdência abrange trabalhadores do serviço público e iniciativa privada - Foto: Marcos Corrêa/PR

Nova Previdência abrange trabalhadores do serviço público e iniciativa privada – Foto: Marcos Corrêa/PR