A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte (PRE/RN) ingressou hoje com 38 ações de impugnação de registro de candidatura contra 26 candidatos, 6 partidos políticos e 6 coligações que não apresentaram os requisitos exigidos pela legislação eleitoral para se candidatarem às eleições 2010.

Das 26 ações contra candidatos, 23 dizem respeito à falta do comprovante de desincompatibilização, contrariando a lei que determina que “o pré-candidato deve comprovar o afastamento efetivo, real ou de fato de suas funções nos prazos previstos na legislação”.

Entre os candidatos na mira da Procuradoria, está a candidata ao senado Wilma Maria de Faria, que segundo a PRE, não está quite com a Justiça Eleitoral, em razão da existência de multa que não foi devidamente paga pela candidata.