PT deverá anunciar rompimento com PSD em Mossoró

Em 2014, no pleito suplementar de Mossoró, o Prefeito Francisco José Júnior (PSD) teve como candidato a vice Luiz Carlos (PT), que em 2012 tinha sido eleito vereador com uma votação consagradora. Após 34 anos de existência e de oposição em Mossoró o partido chegava pela primeira vez para ser governo na condição de Vice-Prefeito da cidade e ocupando duas Secretarias.

A aliança municipal surgiu da conjuntura estadual, onde o então vice de Rosalba e hoje governador Robinson Faria (PSD), já ensaiava uma aliança com a então deputada e hoje senadora Fátima Bezerra (PT).

Nesta terça-feira (30), a Tendência Articulação de Esquerda de Mossoró, da qual faz parte o vice-prefeito, divulgou uma nota onde faz críticas ao Prefeito e demonstra insatisfações.

A nota da ‘tendência’ diz que a cidade vive uma inercia administrativa, causada pela centralização de poder e falta de qualidade nos serviços essenciais, culminando no alto índice de reprovação administrativa de Silveirinha.

“Uma das características do governo Francisco José tem sido a centralização das decisões, sem nenhum diálogo com o Vice-Prefeito e partidos aliados, outras características dizem respeito à falta de autonomia do seu secretariado bem como a instituição de um núcleo político familiar com fortes influencias nas decisões da gestão”, diz ainda trecho da nota.

E o clima de rompimento entre PT e PSD em Mossoró está no ar…

Foto: Arquivo 

z