O reitor Pedro Fernandes recebeu no fim da manhã desta quarta-feira o comando de greve dos técnicos administrativos. Durante a reunião, que contou com a participação do vice-reitor, Aldo Gondim, pró-reitores e assessores, foi discutido o andamento das negociações salariais com o Governo do Estado.

O reitor repassou informações sobre a audiência com a secretária-chefe de Gabinete Civil ocorrida na segunda-feira, 25, e disse que o governo quer continuar buscando alternativa para a campanha salarial tanto dos técnicos quanto dos professores da UERN, que também estão em greve desde segunda-feira.

O reitor Pedro Fernandes reiterou o compromisso de manter os dois sindicatos atualizados das conversas sobre a reivindicação de reposição salarial de 57,53%, dividida em quatro parcelas anuais. “Nosso interesse é resolver o impasse”, ressaltou o reitor Pedro Fernandes, assegurando que os outros pontos da pauta que foram entregues pelas representações sindicais dos docentes e técnicos estão recebendo a atenção merecida da gestão. O reitor reforçou que o foco central deve ser a campanha salarial, conforme foi priorizado em assembleias das categorias.

A presidente do SINTAUERN, Rita de Cássia Negreiros, e o vice-presidente, Elineudo de Freitas Melo, confirmaram que, neste momento, a campanha salarial deve mesmo concentrar os esforços de todos.

z

Comentários do Facebook

Os comentários estão fechados.